Imprimir E-mail
Índice do Artigo
GESTÃO CRIATIVA: EM BUSCA DA SUSTENTABILIDADE ORGANIZACIONAL
ORGANIZAÇÕES ATUAIS E A CRIATIVIDADE
CONHECIMENTO ORGANIZACIONAL
CULTURA CRIATIVA E CONHECIMENTO ORGANIZACIONAL
GESTÃO CRIATIVA E SUSTENTABILIDADE ORGANIZACIONAL
CONSIDERAÇÕES FINAIS
REFERÊNCIAS
Todas as Páginas

Considerações finais

A cultura organizacional é talvez a palavra-chave neste caminho da sustentabilidade e autonomia, já que é nela e através dela que as mudanças operam auto-organização e renovação. Organizações atuais que queiram trilhar de forma mais eficaz aos rumos da sua sustentabilidade terão também que focar suas atenções para a sua Gestão de Pessoas e de forma mais ampla em sua cultura organizacional.

Os desafios não são poucos na longa caminhada do desenvolvimento organizacional e também da sustentabilidade, considerando ainda se a organização for gerida pela Gestão Criativa aqui proposta. Todo novo modelo que trabalha com mudanças de comportamento, ideologias e pensamentos passa a integrar novos desafios, no entanto, pode também trazer grandes possibilidades de agregar novas competências e novas tecnologias, estas então conectadas à sustentabilidade organizacional.

Em meio a tantos desafios aos quais tantos gestores enfrentam, é de suma importância estar continuamente repensando novas fórmulas e novos modelos de gerenciamento. É neste contexto que a Gestão Criativa se insere, ou seja, de uma nova alternativa (mesmo que esteja ainda em contínuo processo de formulação e reformulação) para um meio também de intensa reformulação e sempre necessitado de novos modelos de gestão.

Neste novo modelo de gestão, seu foco é lançado para a cultura organizacional e de que forma ela pode servir e ser servida de meios facilitadores de criticidade, relacionamentos, permeabilidade, conhecimento, flexibilidade, auto-organização, autonomia, criatividade e inovação. São estes meios facilitadores que vão nortear o funcionamento da Gestão Criativa, assim como seus princípios citamos neste artigo.

No contexto atual de intensas e rápidas mudanças não é difícil ler sobre Criatividade e Sustentabilidade. É algo que as organizações têm buscado de forma mais intensa e até mesmo mais concreta, não somente por meios paliativos. Porém este modelo de Criatividade aqui proposto não é da Criatividade como uma mera ferramenta de inovação ou solução de problemas, mas sim também de auto-organização, auto-produção, renovação, cooperação, compartilhamento, criação e sustentabilidade.

É através desta forma de pensar sobre a criatividade que “pontes” são feitas ao conhecimento organizacional e ao desenvolvimento do capital intelectual e humano, já que estes processos estão permeados por outros, humanos e organizacionais, como os de informação, comunicação e relacionamento.

É neste clima, de proposta, que a Gestão Criativa surge, como mais uma alternativa para as organizações trabalharem sua Gestão de Pessoas e suas possibilidades de sustentabilidade.

 

 



 
mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter